O jornal eletrônico de Águas Claras • Terça Feira, 19 de Junho de 2018

0

Saúde

Relação perigosa: álcool e saúde bucal

 

 

Dentista alerta para os risco do consumo excessivo de bebida alcoólica

 

Publicidade

 

Não restam dúvidas que tomar cerveja, vinho ou qualquer outra substância alcoólica faz com que as pessoas fiquem mais alegres, risonhas e relaxadas. No entanto, além do vício, o álcool pode prejudicar seriamente o sorriso, pois algumas bebidas são altamente ácidas. Principalmente os vinhos.

De acordo com a dentista Ianara Pinho, a substância em grande quantidade pode deteriorar os dentes, a chamada erosão ácida. Além disso,  a pessoa fica suscetível a outras doenças bucais. “O vinho, a cerveja escura entre outras, por causa da pigmentação e da acidez, podem causar manchas irreversíveis nos dentes”, explica. Ademais, Ianara ressalta que o álcool também é responsável por diminuir a saliva, propiciando maior acúmulo de placa bacteriana e mau hálito (halitose).

 

Outra questão importante destacada pela dentista, é o efeito da substância em contato com a mucosa oral, deixando-a mais vulnerável às células cancerígenas ou até mesmo potencializando a doença. “Alguns cânceres como o de laringe e garganta podem ser ocasionados pelo consumo excessivo e constante de bebida alcoólica”, alerta. O quadro torna-se ainda mais desfavorável se a bebida alcoólica estiver associada ao tabagismo.

 

Segundo Ianara, para evitar esses problemas seria necessário tomar alguns cuidados como:  ingerir bebida alcoólica com moderação e fazer a escovação correta 30 minutos após o consumo para evitar ainda mais o desgaste dentário. “Essas precauções podem amenizar as doenças periodontais e bucais, mas não eliminam todos os riscos, por isso é importante consultar um dentista periodicamente”, aconselha.

Ianara Pinho

 

 

Comentários

}