O jornal eletrônico de Águas Claras • Sábado, 23 de Junho de 2018

0

Cultura

Memorial do Tribunal de Justiça do DF recebe exposição de fotografias

Na próxima segunda-feira, 13/11, o Memorial TJDFT – Espaço Desembargadora Lila Pimenta Duarte recebe a exposição de fotografias intitulada “Banguê”, do fotógrafo Weverson Paulino. A curadoria e elaboração do projeto são de Marcio de Andrade. A abertura da mostra ocorrerá às 16h e ficará disponível para visitação até 24 de novembro.

Weverson Paulino é formado em História e pós-graduado em Fotografia de Natureza. Por ter crescido na região da Chapada dos Veadeiros, no norte de Goiás, desenvolveu atividades de conhecimento e preservação ecológica na área, além da paixão pela fotografia. Há 15 anos, inclusive, toca projeto turístico e fotográfico em Cavalcante, GO, juntamente com sua esposa.

Nesta exposição, Weverson Paulino apresentará 30 fotos que retratam a comunidade quilombola Kalunga, da região de Cavalcante. Identidade negra, ancestralidade e territorialidade quilombola são temas presentes no projeto fotográfico, que dá visibilidade às tradições religiosas e culturais de um dos últimos quilombos do País. Por compartilhar dos mesmos códigos da comunidade, o fotógrafo consegue transitar e consolidar seus registros à medida que se aprofunda no contato com um universo familiar.

 

Publicidade

 

Visite o Memorial!

O Memorial TJDFT está localizado no 10º andar do Bloco A, ala A, do Fórum de Brasília. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h, e permite visitas espontâneas e monitoradas. Para agendar visitas monitoradas, entre em contato pelo e-mail memoria@tjdft.jus.br ou pelos telefones (61) 3103-5894/5893.

Memorial TJDFT – Espaço Desembargadora Lila Duarte foi inaugurado em 19/4/2010, durante as comemorações do cinquentenário do Tribunal. O museu abriga documentos, processos históricos, fotos e peças que contam a trajetória do Judiciário na capital. O Memorial está vinculado à 1ª Vice-Presidência do Tribunal, coordenado pelo desembargador Humberto Ulhôa.

TJDF

Aquiaguasclaras

 

Publicidade

Comentários

}