O jornal eletrônico de Águas Claras • Quarta Feira, 15 de Agosto de 2018

Papuda

Com atraso, presídio de segurança máxima é inaugurado em Brasília com ‘ala para políticos’


0

Projeto da penitenciária estava no papel desde 2013, e foi planejado para receber de chefes do tráfico, como Fernandinho Beira-Mar, a políticos como Sérgio Cabral

Já estão sendo acertados os últimos detalhes para a inauguração da unidade Penitenciária Federal de segurança máxima no Complexo Penitenciário da Papuda, localizado em São Sebastião, DF.

 

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça, informa que a inauguração será em janeiro. São 208 celas individuais com cerca de seis metros quadrados cada. A penitenciária integrará o Sistema Penitenciário Federal de segurança máxima, do qual já fazem parte as penitenciárias de Catanduvas (PR), Mossoró (RN), Porto Velho (RO) e Campo Grande (MS).

 

Assim como as demais, a unidade de Brasília terá características de segurança máxima e sua finalidade será prestar apoio aos Estados e Distrito Federal na custódia de pessoas que se enquadrem em um dos requisitos definidos no Decreto 6.877/2009.

 

Publicidade

 

O decreto regulamenta a transferência de detentos a unidade de segurança máxima, quais sejam: líderes de organização criminosa, ou detentos que ponham em risco a integridade física da unidade prisional. Tradicionalmente o perfil se enquadrava a chefes de facções do tráfico de drogas, como Fernandinho Beiramar, mas com o desenvolver da operação Lava Jato, as unidades de segurança máxima passaram a receber chefes de colarinho branco, como políticos, empreiteiros e lobistas.

 

Ala para políticos

 

Ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, sendo escoltado para uma unidade de Bangu após interrogatório / Fábio Motta: Estadão Conteúdo.

 

“A nossa ideia é que a penitenciária de Brasília atenda a um público diferenciado”, disse o diretor do sistema penitenciário federal, Arcelino Vieira Damasceno, em entrevista para Empresa Brasil de Comunicação (EBC) em 2013. A ideia é dividir o presídio em quatro alas, de acordo com o perfil do preso: líderes de facções criminosas, delatores, mulheres e, e autoridades (políticos e policiais).

 

Deste modo, presídio foi planejado para receber gente importante, como o ex-governador Sérgio Cabral, preso desde novembro de 2016 no complexo Bangu, no Rio de Janeiro. O ex-governador será transferido para a Penitenciária Federal de Campo Grande, uma unidade de segurança máxima.

 

Atraso na entrega

 

Publicidade

 

Originalmente orçada em R$ 34,8 milhões, a Penitenciária Federal de Brasília estava originalmente prevista para inaugurar em 2014, mas o empreendimento ficou paralisado em razão de questões negociais com a Construtora RV, empresa vencedora da licitação. A construção passou por sucessivas prorrogações. Segundo a ONG Contas Abertas, a construtora teria realizado um termo aditivo ao contrato, e prorrogado a entrega para janeiro de 2016. A obra está quase concluída e custou R$ 40 milhões com previsão para inauguração em janeiro de 2018.

 

Henrique Terceiro / Aqui Águas Claras.
Com informações de Correio Braziliense e Contas Abertas

Capa: Ministra Cármen Lúcia durante vista ao Complexo Penitenciário da Papuda em 2016 (Foto: Gláucio Dettmar/CNJ)

 

Comentários

}