O jornal eletrônico de Águas Claras • Domingo, 27 de Maio de 2018

0

Crime

Adolescente de 16 anos é morta a tiros dentro de escola em Goiás

Segundo a Polícia Civil, suspeito foi detido em flagrante logo depois do crime

 

A adolescente Rafaela Novisk, de 16 anos, foi morta a tiros na manhã desta segunda-feira (6), dentro do Colégio Estadual 13 de Maio, em Alexânia, na região central do Estado. Segundo a Polícia Civil (PC), o suspeito de 19 anos, que é ex-aluno da instituição, foi preso em flagrante logo depois do crime.

De acordo com a PC, ele invadiu a escola, armado com um revólver calibre 32, e procurou a estudante em duas salas de aula. Quando a encontrou, ele atirou na cabeça dela e Rafaela morreu ainda no local.

 

“Ele nos disse que foram 11 disparos, todos eles no rosto da menina. Tudo isso reforça o indício de crime passional, ele tinha estudado na escola no ano passado e tinha guardado este sentimento de “ódio”. Nós já ouvimos o depoimento dele, agora vamos seguir os procedimentos”, afirmou a delegada Rafaela Wiezel.

 

Publicidade

 

Segundo a investigadora, o rapaz disse informalmente que é conhecido ‘de longa data’ da vítima, que sabia tudo sobre a vida da jovem e que “sentia ódio” dela. “A partir do depoimento dele entendemos que ele tentou namorar com ela, mas foi rejeitado. Por conta disto resolveu comprar uma arma, adentrar na escola onde ela estava e ceifar a vida dela”, informou Wiezel.

 

 

Questionado sobre porque escolheu esta segunda-feira para cometer o crime, ele disse que ainda estava se preparando. A polícia explicou também que inicialmente é possível afirmar que a motivação do crime é passional.

Assassino perverso -Reprod. Whatsapp

 

Um homem suspeito de dar cobertura ao autor também foi detido. O suspeito foi preso quando tentava fugir em um Ford Scort. Ele foi autuado em flagrante por homicídio qualificado e encaminhado ao presídio.

 

Ainda de acordo com a delegada, a equipe da delegacia estava investigando uma tentativa de assalto na praça de pedágio na BR-060, quando o houve o assassinato da adolescente.

 

Com informações de O Popular e G1

 

Publicidade

 

ERRAMOS: A adolescente Rafaela Novisk, vítima do crime, tinha 16 anos, e não 14 como originalmente noticiado.

 

Comentários

}