O jornal eletrônico de Águas Claras • Quinta Feira, 19 de Abril de 2018

0

Crise Hídrica

Apesar das chuvas, o racionamento de água se mantém no DF pelos próximos meses

Nesta terça, a região vertical de Águas Claras se encontra em racionamento de água, confira as expectativas para a crise hídrica no DF.

 

Imagem: mapa do Plano de Rodízio do Distrito Federal, disponível pelo site da Caesb

 

No fim de semana o Distrito Federal foi agraciado com longas chuvas em um período de esvaziamento de fontes hídricas e racionamento de água, mas o racionamento de água continua no mês de dezembro.

 

Publicidade

 

Somente no sábado o reservatório do Descoberto registrou um aumento de 0,8% nos níveis, indo de 5,6% para 6,4% — foi o maior aumento registrado desde fevereiro deste ano, mas ainda assim, não foi o suficiente para se normalizar a situação. Segundo a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) a expectativa era que o Descoberto fechasse o mês de novembro com 12% do volume total. No momento, faltando 4 dias para o fim do mês, se encontra com apenas metade do esperado.

 

 

Na sexta o governador Rodrigo Rollemberg publicou decreto prorrogando por mais 120 dias o estado de emergência, mantendo-se assim o racionamento rotativo nas regiões administrativas, com supervisão e controle da Adasa.

 

Segundo o presidente da Caesb, Maurício Ludovice, nano será necessário aumentar os dias de racionamento de água enquanto os reservatórios não chegarem ao nível zero.

 

Águas Claras

 

A região de Águas Claras Vertical se encontra em racionamento nesta segunda feira (27), com a próxima interrupção marcada para o dia 3/10. Recomenda-se evitar atividades que utilizem muita água neste dia, como lavar o carro, lavar roupas, banhos prolongados etc. Já Setor Habitacional Arniqueiras entra em racionamento nesta terça (28). Após a interrupção, a distribuição hídrica de uma região costuma levar até 48h para estabilizar, período em que o fornecimento de água ainda pode ser escasso.

 

Publicidade

 

Henrique Terceiro / Aqui Águas Claras; com informações do Correio Braziliense

 

Comentários

}