O jornal eletrônico de Águas Claras • Quinta Feira, 19 de Abril de 2018

0

Protesto

Decisão judicial impede bloqueio de distribuidoras no DF contra alta em combustíveis

Uma decisão da Justiça impediu um protesto de motoristas de aplicativo previsto para a madrugada desta quinta-feira (16). Eles queriam fazer o mesmo que aconteceu em Goiás: impedir que postos de combustível fossem reabastecidos. Até a publicação desta reportagem, a Associação dos Motoristas de Aplicativos ainda não tinha decidido se iria ou não recorrer da decisão.

O Setor de Inflamáveis seria o local do protesto. Os motoristas iriam bloquear o acesso de caminhões-tanque das distribuidoras que sairiam para reabastecer os postos.

Pela decisão do Tribunal de Justiça, acionado pela Petrobras e a Raízen (responsável pela Shell), fica proibido o bloqueio da via. A Polícia Militar ficou no local para garantir o cumprimento da ordem judicial.

 

Publicidade

Caminhões-tanque enfileirados próximo a distribuidora de combustível (Foto: TV Globo/Reprodução)Caminhões-tanque enfileirados próximo a distribuidora de combustível (Foto: TV Globo/Reprodução)

Caminhões-tanque enfileirados próximo a distribuidora de combustível (Foto: TV Globo/Reprodução)

Protesto em Goiás

Motoristas de Goiânia e de várias cidades do interior enfrentaram longas filas para abastecer em postos na tentativa de encher o tanque antes que os combustíveis acabem.

Em diversos estabelecimentos, o etanol e a gasolina se esgotaram devido ao protesto de motoristas, caminhoneiros e sindicatos que bloqueou a porta de distribuidoras de Goiânia e Senador Canedo na segunda-feira (13).

Além da espera, os clientes enfrentam altos preços no litro da gasolina, que chega a R$ 4,99.

Por G1 DF-(Foto: TV Globo/Reprodução)

 

Publicidade

Comentários

}