O jornal eletrônico de Águas Claras • Quarta Feira, 15 de Agosto de 2018

0

Fraude

Operação Panoptes: Polícia Cvil prende mais um envolvido na máfia dos concursos

A Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DECO/PCDF) informa que na manhã desta sexta-feira (8), em continuidade à Operação Panoptes, realizou a prisão preventiva de mais um envolvido com um grupo criminoso acusado de praticar fraudes em certames públicos no Distrito Federal e em Goiás.

Há indícios de que Américo Gonçalves Pereira Júnior aliciava e negociava pagamentos com candidatos. Ele também é suspeito de fraudar o concurso para técnico administrativo da Secretaria de Saúde do DF, onde foi aprovado em quinto lugar.
As investigações demonstraram que Américo era porteiro do prédio de Bruno de Castro Garcia Ortiz, com quem mantinha relação de amizade. Ortiz foi preso preventivamente na primeira fase da Panoptes, deflagrada em agosto deste ano. Ele é acusado de vender vagas em concurso públicos, esquema chefiado pelo pai dele, Hélio Garcia Ortiz, preso na mesma operação.

“Américo também já tinha sido alvo de condução coercitiva na primeira fase da operação, por envolvimento com a organização criminosa. As investigações confirmaram as suspeitas, resultando em mandado de prisão decretado pela Justiça”, destaca o delegado-chefe adjunto da DECO, Adriano Valente.

 

Publicidade

PC

Aquiaguasclaras

Comentários

}