O jornal eletrônico de Águas Claras • Sexta Feira, 17 de Agosto de 2018

0

Questão de educação

Águas Claras pode ficar conhecida como a “Cocôlândia” do Distrito Federal

Em vários faces e grupos de Whatsap, moradores de Águas Claras têm reclamado dos proprietários de animais, geralmente cães, que não catam o “Cocô” dos seus bichinhos e a urina deles também vem incomodando muita gente.

 

O site “Aquiaguasclaras” já fez denúncia sobre o caso e chamou a atenção para a questão da Giardíase canina que além de afetar os próprios animais, pode também trazer problemas para os humanos.

Vários condomínios que usam a terceirização para a limpeza e vigilância, em seus contratos, geralmente têm cláusulas que preveem o fornecimento de equipamento na entrada e saída de garagens com sacos plásticos a serem utilizados na coleta das fezes dos animais. Caso contrário, os Pets fornecem os saquinhos para a coleta.

 

O fato é que as pessoas precisam entender que não tem o direito de proporcionar sujeira para o outro e ainda tem a obrigação de manter as vias públicas limpas por onde passa com o seu cãozinho.

 

Publicidade

 

Como geralmente as pessoas costumam quase sempre usar os mesmos itinerários, até para proteção do seu animal, devem catar o cocô que eles fazem nas vias públicas.

 

Veterinários chamam a atenção para a importância da vacinação dos animais e os cuidados com essa coleta para não adoecer o seu e os animais dos outros.

 

Além disso, os zeladores dos prédios que possuem calçadas estão reclamando do excesso de urina animal que proporciona um odor muito forte, transformando a cidade num local desagradável para caminhadas.

 

Carlos Terceiro

Aquiaguasclaras

 

Comentários

}