O jornal eletrônico de Águas Claras • Quinta Feira, 26 de Abril de 2018

0

Seca

Inmet emite alerta de baixa umidade para DF até hoje: ‘perigo’

‘Chuva trouxe alívio, mas agora já passou e está voltando tudo de novo’, avalia meteorologista. Tipo de aviso é dado quando umidade fica abaixo dos 20%.


O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) voltou a emitir aviso indicando que a umidade do ar entra em parâmetros considerados baixos demais. Ela deve variar entre 20% e 15%. No mapa do Inmet, o alerta aparece em cor laranja, referente a um “perigo”.

O alerta foi colocado no sistema do instituto no sábado (7) e vale até o fim desta segunda-feira (9). De acordo com o órgão, isso representa risco de incêndios florestais e à saúde. Também provoca ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz.

Ao G1, a meteorologista Odete Marlene Chiesa disse que a umidade tinha aumentado no começo do mês por causa das chuvas, mas a situação voltou pouco depois aos patamares de antes.

 

Publicidade

“A chuva trouxe um alívio, mas agora já passou e está voltando tudo de novo.”

De acordo com a especialista, não há previsão de chuva pelos próximos cinco dias. E a tendência é de que não chova até a última semana do mês.

Ela afirmou que a estação do Inmet registrou 14% de umidade no sábado. Neste domingo, o índice foi de 19%, com temperatura de 29 ºC. Para esta segunda, a previsão é de muito sol, com temperatura acima de 32 ºC e umidade abaixo de 20%. Este mesmo patamar de alta temperatura e seca deve se manter ao longo dos próximos dias.

Dia seco em Brasília (Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília/Divulgação)Dia seco em Brasília (Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília/Divulgação)

Dia seco em Brasília (Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília/Divulgação)

Impacto

Com níveis de umidade baixos podem ocorrer ressecamentos de pele e garganta, dificuldade para respirar, sangramento no nariz e irritação nos olhos, além de problemas respiratórios mais sérios.

Dentro de casa, a orientação é de que os moradores coloquem vasilhas com água nos cômodos, ou mesmo toalhas molhadas nas janelas. O uso de umidificador de ambiente também é recomendado.

 

Publicidade

Por Gabriel Luiz, G1 DF

Comentários

}